O Ato de Conhecer na Perspectiva Psicopedagogica

“O modelo que considera o sujeito e objeto do conhecimento como coisas dadas e não construídas, embora complementar, se contrapõe à visão construtivismo em que só a ação espontânea do sujeito ou nele desencadeada tem sentido”.

A área da educação nem sempre é cercada somente por sucessos e aprovações. Muitas vezes, no decorrer do ensino, nos deparamos com problemas que deixam os alunos paralisados diante do processo de aprendizagem, assim são rotulados pela própria família, professores e colegas.

É importante que todos os envolvidos no processo educativo estejam atentos a essas dificuldades, observando se são momentâneas ou se persistem há algum tempo.

As dificuldades podem vir de fatores orgânicos ou mesmo emocionais e é importante que sejam descobertas a fim de auxiliar o desenvolvimento do processo educativo, percebendo se estão associadas à preguiça, cansaço, sono, tristeza, agitação, desordem, dentre outros, considerados fatores que também desmotivam o aprendizado.

Para levar o sujeito a aprendizagem, devemos reconhecer a bagagem que eles trazem. Ao nascer, o sujeito já começa o seu processo de aprendizagem. Damos a criança, ainda pequenas, ensinamentos do dia-a-dia. Estamos a todo momento estimulando nossa criança e introduzindo-a a sociedade e ao maravilhoso mundo da aprendizagem.

Nesse primeiro contato com a aprendizagem, levamos nossa criança a construir a sua própria aprendizagem, sempre estimulando. Na escola, é preciso partir do que o sujeito já sabe, levando em consideração tudo o que traz consigo. Não podemos generalizar minha sala de aula, igualando todos. Pois cada sujeito tem sua individualidade e traz consigo algo diferente. Precisamos estar atentos para atender a necessidade de cada um. Somente com uma análise cautelosa de cada indivíduo, podemos diagnosticar e ir aos poucos sanando as dificuldades de aprendizagem.

O papel do professor se restringe em observar o aluno e auxiliar o seu processo de aprendizagem, tornando as aulas mais motivadas e dinâmicas, não rotulando, mas dando-lhe a oportunidade de descobrir suas potencialidades. Professores, pais e colegas têm costume de rotular e já dar um diagnostico, sendo que teria que ter um parecer de um especialista. Isso atrapalha no desenvolvimento do aluno, pois o mesmo, fazem acreditar que tem problemas e o faz aceitar que não pode aprender.

Sara Pain (p. 16) diz:

“Os pedagogos, diante do sujeito que está crescendo, que está em desenvolvimento, têm a necessidade de se apoiar numa teoria capaz de dar conta da forma integrada de todos os seus aspectos”.

Se for levado em consideração roda sua bagagem e introduzir o conhecimento do aluno e o seu cotidiano em nossas aulas, conseguiremos fazer desse sujeito, um ser capaz de construir a sua aprendizagem com mais segurança.

O sujeito interage com o objeto, assim como o objeto interage com o sujeito, na qual tanto sujeito como objeto atuam um sobre o outro. É uma relação mutua. A ideia é que o homem não nasce inteligente, mas também não é passivo sob influencia do meio, isto é, ele responde aos estímulos externos agindo sobre eles para construir e organizar o seu próprio conhecimento, de forma cada vez mais elaborada. O conhecimento vai se construindo com a história da humanidade, e a partir dessa ideia vem a noção de construção. “A criança domina a realidade e é sujeito dessa realidade. O conhecimento sempre implica um sujeito capaz de conhecer”. PAIN (p. 16)

Referencia Bibliográfica

PAIN, S. – Subjetividade e Objetividade – Relações Entre Desejo e Conhecimento. São Paulo: Curso ministrado no CEVEC Centro de Estudos Educacionais Vera Cruz.

Published in: on maio 9, 2013 at 4:30 pm  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://cdr4apgn.wordpress.com/2013/05/09/o-ato-de-conhecer-na-perspectiva-psicopedagogica/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: